Fernanda Chamma critica isolamento social e chama Doria de “viada velha”

Em áudio vazado, a jurada da Record afirmou que não está cumprindo a quarentena e disse que, caso leve uma multa, vai à Justiça

| METRóPOLES/JULIANA BARBOSA


Fernanda Chamma, jurada da Dança dos Famosos e do Dancing Brasil, teve um áudio vazado onde critica as medidas implantadas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), contra o coronavírus e ainda xinga o político de “viada velha”.

Segundo o colunista Leo Dias, do portal UOL, que não divulgou o áudio de quase nove minutos, a mensagem foi enviada por Fernanda para um grupo de amigos. Na gravação, ela não poupou críticas à Doria: “Esse Doria acha que é quem? Agora ele proíbe andar, não pode beijar, você não pode dirigir, não pode peidar, não pode usar cloroquina, não pode sair, não pode se mover. Ele acha o que, que todo mundo vai virar robô que nem ele? Viada velha, cheia de botox mal implantado. A viada velha tá me tirando do sério”.

Ela ainda comentou estar revoltada com o “mega” feriado implantado na capital. “Agora ele vai antecipar o feriado do Corpus Christi, do preto, do branco, do azul, do 7 de setembro, do 15 de novembro… O natal vai ser agora também? Vai tomar no meio do c* dele”, xingou.

O mandatário tucano disse esperar que o governo federal não faça seletividade política dos brasileiros que podem ou não sobreviver

Governador de São Paulo voltou a criticar, nesta sexta (15/05), as atitudes do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia do coronavírus

O governador admitiu ainda que a medida mais restritiva de isolamento, o lockdown, não está descartada

Fernanda Chamma teve um áudio enviado para um grupo de amigos vazadoDivulgação/ Record TV

Ela chama o governador de São Paulo, João Doria, de 'viada velha'Leo Franco / AgNews

E ainda comenta que não está cumprindo o isolamento socialALES VALQUER/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚ

Para finalizar, a coreógrafa comentou que não está seguindo as medidas implantadas para evitar disseminação do coronavírus. Ela disse que continua trabalhando normalmente e não deu folga para os seus funcionários. Fernanda também afirma que, caso leve uma multa, vai brigar na Justiça.

“Tô cagando pro Doria, pra medicina dele e pro botox mal feito dele. Caguei! Deixa eu ser presa e ser feliz”, disse Fernanda. A coreógrafa continuou falando que não vota mais em eleições e pretende sair do Brasil. Ela quer se mudar para Miami, pois pensa que na cidade dos Estados Unidos não tem “gente atrasada, gente cafona e gente sem berço”, disparou.

“Todo pobre gosta de desgraça. É uma verdadeira loucura isso aqui, isso aqui é aborígene, uma desgraça total. E quando falo pobre nem é de dinheiro, é pobre de espírito. Brasileiro viveu pra viver na merda”, finalizou.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE