Havan passa a vender arroz e feijão para poder abrir na quarentena

No site, a rede se apresenta como 'loja de departamento' e não lista os produtos alimentícios

| MIDIAMAX


Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

A rede de lojas Havan, do empresário Luciano Hang, incluiu em seu portfólio itens da cesta básica, como arroz, feijão, macarrão e óleo de soja, com a intenção conseguir liminares na Justiça para ser incluída na mesma categoria dos supermercados, de acordo com a Folha de S.Paulo.

“Estamos nos reinventando, assim como todo o comércio”, disse Hang, que é conhecido por seu apoio às políticas do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O presidente vem criticando medidas de isolamento social e a reabertura do comércio desde o início da pandemia.

A venda de alimentos da cesta básica reforça um argumento que a Havan tem levado a diversos tribunais pelo país: o de que é um hipermercado e não uma loja de departamentos. E, por isso, deve ser considerado serviço essencial.

Midiamax



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE