Policiais civis testam positivo e 2 delegacias são fechadas no Interior

Efeito de Ponta Porã e Guia Lopes da Laguna estão em observação

| AINá JARA / CAMPO GRANDE NEWS


Entrada da delegacia de Ponta Porã antes de ser fechada para desinfecção (Foto: Divulgação/Google)

Duas delegacias do interior de Mato Grosso do Sul tiveram de ser fechadas para passar por desinfecção e evitar mais contaminações pelo novo coronavírus. Polícias civis de Ponta Porão e de Guia Lopes da Laguna testaram positivo para covid-19 e tiveram de cumprir isolamento.

De acordo com o diretor do Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul), Antônio Bianco Neto, em ambos os casos, as equipes lotadas nas delegacias estão em observação para testagem.

No 2º DP (Departamento Policial), de Ponta Porã, município distante 324 quilômetros de Campo Grande, dois policiais contraíram o novo coronavírus, após registrarem boletim de ocorrência relacionado ao descumprimento de quarentena por pessoas infectadas. Durante a quarentena, o município chegou a registrar casos de fuga de pacientes confirmados com a doença para a Capital.

Desinfecção de delegacia também será necessária em Guia Lopes da Laguna, distante 228 quilômetros da Capital. Com a maior taxa de incidência da doença no Estado, o município é considerado epicentro da pandemia e até policial civil testou positivo.

“O Sinpol está acompanhando a situação das delegacias onde o risco é alto pela grande movimentação de atendimento e custódia de presos. Os policiais civis estão na linha de frente e, por isso, estamos cobrando constantemente do governo estadual para que tenham os EPIs adequados', ressaltou o presidente do Sinpol, Giancarlo Miranda.

De acordo com a Sejusp (Secretaria do Estado de Justiça e Segurança Pública), cinco policiais foram diagnosticados com o novo coronavírus no Estado: três entre policiais civis, no interior e e um policia militar em Campo Grande. Seis casos ainda estão sendo investigados.

Conforme a SES (Secretaria de Estado de Saúde), até esta terça-feira (26), o número de casos confirmados da doença foi de 1.100, sendo 199 em Guia Lopes e 15 em Ponta Porã.

Miranda – As duas unidades da Polícia Civil não são as primeiras no interior do Estado a terem de passar por desinfecção. Em abril, dois homens de São Paulo, presos em delegacia de Miranda, foram diagnosticados com o novo coronavírus.

A situação deixou o município em alerta, mas apenas uma pessoa foi contaminada e segue sendo o único caso confirmado da doença. A unidade precisou passar por desinfecção antes de voltar a funcionar.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE