Com 2 infectados, Detran-MS rebate servidores sobre eficiência de testes para coronavírus

Os servidores contestam que teste rápido não seria o mais eficaz para detectar a doença

| MIDIAMAX


(De Arquivo/Midiamax)

O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) rebateu os servidores após ser questionado sobre a eficácia do teste rápido, que será usado para testar 450 colaboradores do órgão depois de dois casos positivos da Covid-19 dentro do departamento. O órgão afirma que o testagem tem 86% de precisão em identificar a doença.

Temendo por um surto de coronavírus dentro das repartições, os servidores temem a exposição ao vírus e questionaram que o melhor exame para ter mais eficiência para identificar a Covid-19 seria o PCR (do inglês polymerase chain reaction).

De acordo com o Sindetran (Sindicato dos Servidores do Detran), o temor é que se um servidor estiver com o vírus e os anticorpos ainda não estiverem se manifestado, o teste pode dar negativo para a doença e, diante disso, a rotina de trabalho pode voltar ao normal. Muitos servidores precisarão viajar ao interior de MS para procedimentos do órgão.

Com retomada do turismo prevista para julho, Bonito faz ‘intensivo’ para se adaptar à…

Com salários de até R$ 10,8 mil, MS tem quatro concursos públicos regionais abertos

16 assassinatos e um cemitério clandestino: há 2 anos começava a série de julgamentos de Nando

Nascidos em março podem sacar o auxílio emergencial de R$ 600 nesta terça-feira

Mas o Detran-MS garante que a eficácia do teste rápido é comprovada e vai ajudar a identificar eventuais infectados. “O teste rápido – SARS-CoV-2, aprovado pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde – INCQS tem 86% sensibilidade para detectar o vírus e ele justamente serve para detectar se tem o anticorpos contra o vírus ou não”, disse por meio de assessoria de imprensa.

Outro questionamento feito pelo servidores, foi que o segundo servidor a ter contraído o vírus não teve a identidade informada para os demais servidores, pois possibilitaria identificar onde poderiam ter mais suspeitas de infectados. Mas o Detran explicou que a escolha de não ser identificado foi do servidor.

Em live na conta oficial do Governo do Estado nesta segunda-feira (1), o secretário Eduardo Riedel, da Secretaria de Governo e Gestão Estratégica, todos os procedimentos de segurança estão sendo seguidos e 450 testes serão feitos.

“A secretaria de Estado de Saúde fazendo testagem no Detran, tivemos anuncio de caso especificamente na sede, estamos fazendo todo o protocolo para garantir segurança', disse.

Foram afastados do trabalho 20 servidores que estão com suspeita de terem contraído o vírus. Expostos ao coronavírus, os servidores estariam revoltados com a falta de transparência e pelo teste rápido, optado pelo governo para realizar a testagem.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE