Jeferson Reis quebra silêncio e fala em arrependimento em agressão

Ex-jogador do Operário concedeu entrevista ao Esporte Espetacular da Rede Globo neste domingo

| GAZETAMS


Jeferson Reis quebra silêncio e fala em arrependimento em agressão

Aguardando o desdobramento da agressão contra o gandula do Comercial Tadeu, o meia-atacante Jéferson Reis está no interior de São Paulo e neste domingo concedeu entrevista ao Esporte Espetacular da Rede Globo onde se mostrou arrependido e pediu desculpas à vítima.

"Tenho vergonha de mim mesmo quando vejo aquela imagem. É muito feio o que eu fiz, vou assumir o meu erro e pagar por isso", disse na entrevista que também contou com o pai do jogador e do próprio gandula. Mas as versões de ambos não são as mesmas. Para Jéferson, foi Tadeu quem começou a confusão.

"Quando o Comercial fez o gol, o gandula começou a comemorar e fazer gestos, foi quando o nosso massagista Raul foi falar com ele e na hora que ele virou as costas o gandula acabou agredindo ele com soco e o Raul também deu um soco", disse o jogador.

"Saiu o gol do Jô eu comecei a comemorar, pegar na camisa e parei na placa de publicidade para continuar entregando a bola veio o Raul e me deu uma porrada no nariz que começou a sangrar dai eu fui para cima dele quando vi o banco do Operário correr atrás de mim e eu corri. Só lembro dele me batendo", rebateu o gandula que tem semelhança a súmula do árbitro Paulo Henrique Salmázio.

"Nada justifica, estou assumindo meu erro e pedindo desculpa como um pai de família. Tenho um filho de oito meses e quero que ele não cresça com essa impressão minha. É sentimento de aperto do coração, de arrependimento. Se pudesse estar na frente dele [gandula] eu abraçaria e pediria desculpa para ele para família dele", completou Jéferson.

Em Campo Grande, Tadeu diz que aceitaria a desculpa. "Não conheço ele, as vezes foi só momentaneamente de raiva. Pedindo desculpas eu aceitaria normal", respondeu Tadeu.

O julgamento de Jéferson Reis acontece nesta quinta-feira no TJD-MS (Tribunal de Justiça Desportivo) às 18h onde também foram denunciados o jogador Rodrigo Grahl, o massagista Raul dos Prazeres, o Operário, Comercial, Jéferson da Silva (jogador do Comercial) e também o gandula Tadeu.

Confira a matéria aqui

 


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE