Casal de moradores de Maracaju atestam positivo para COVID-19 em teste rápido

Ainda assim, o teste pode ser positivo indicando que você teve contato com OUTROS coronavírus e não com o SarsCoV-2 / Covid-19 (falso positivo).

| MARACAJU EM FOCO


Reprodução

Um casal de moradores de Maracaju, cidade distante a 160 quilômetros de Campo Grande, atestaram positivo no teste rápido para a COVID-19 após se encontrarem com um amigo no município de Dourados.

Segundo informações do Maracaju Speed, dois dias após o encontro o amigo atestou positivo para a doença. Já na sexta-feira 05-06 os sintomas da doença apareceram e o casal procurou o Hospital Soriano Corrêa onde recolheram amostras e que foram encaminhadas para o LACEN de Campo Grande, ainda aguardando o resultado da investigação.

O casal se encontra em isolamento domiciliar e o casal encontra-se enquadrado como suspeito, aguardando a liberação do exame do LACEN que demora de 24 a 48 horas para a sua liberação.

Segundo publicação da ANVISA o teste rápido pode dar o “falso positivo” o que, provavelmente, levou a Secretaria Municipal de Saúde a realizar a confirmação do exame via LACEN. Testes rápidos positivos indicam que você teve contato recente com o vírus (IgM) ou que você já teve Covid-19 e está se recuperando ou já se recuperou (IgG), uma vez que indicam a presença de anticorpos (defesas do organismo). No entanto, os anticorpos só aparecem em quantidades detectáveis nos testes pelo menos oito dias depois da infecção. Ainda assim, o teste pode ser positivo indicando que você teve contato com OUTROS coronavírus e não com o SarsCoV-2 / Covid-19 (falso positivo).


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE