Com uma morte a cada 3 horas, MS fecha junho com 83 óbitos por coronavírus

Mortes foram registradas em Corumbá e Campo Grande na segunda-feira

| MIDIAMAX


Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) confirmou mais duas novas vítimas do novo coronavírus em Mato Grosso do Sul, na tarde desta terça-feira (30). No total, agora o Estado soma 83 óbitos registrados que entrarão no boletim epidemiológico desta quarta-feira (1°).

As novas mortes foram registradas em Corumbá e Campo Grande. A 82° vítima foi uma mulher, de 80 anos e moradora da cidade pantaneira. Ela era portadora de hipertensão arterial e doença de Parkinson. De acordo com a secretaria, estava internada na UTI da Santa Casa de Corumbá e faleceu no dia 29 de junho, mas o diagnóstico para a doença saiu nesta terça.

A 83°, também uma mulher, de 65 anos, era morada da capital sul-mato-grossense e tinha histórica de doença pulmonar crônica obstrutiva. A pasta estadual detalhou que a paciente estava internada no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) e acabou falecendo também na última segunda. O diagnóstico deu positivo nesta terça, após teste rápido.

No último final de semana, as novas mortes consolidaram uma previsão feita pelo titular da SES, Geraldo Resende: Mato Grosso do Sul fecharia junho com cerca de 5 vezes mais mortes pela Covid-19 em relação a maio, dentro de um cenário onde há subnotificações.

Naquela altura, as estatísticas apontaram para uma alta de 500% sobre os 11 registrados em maio, ou seja: 5 vezes mais. Houve também uma morte em março e 8 óbitos em abril.

Segundo a SES, conforme o município de residência das vítimas, os óbitos estão distribuídos da seguinte maneira:

Midiamax



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE