Fiscalização ambiental multa arrendatário em R$ 3 mil por extração de árvores

Infrator vai responder por crime ambiental e exploração de madeira ilegal

| MIDIAMAX


(Foto: Divulgação, PMA)

No final da manhã deste domingo (5), uma fiscalização ambiental em propriedades rurais de Eldorado, município a 441 quilômetros de Campo Grande, multou um arrendatário, de 35 anos em R$ 3 mil pelo crime de extração de árvores de grande porte de forma ilegal. A operação foi guiada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) de Mundo Novo.

De acordo com a polícia ambiental, o infrator teria derrubado árvores equivalentes a uma área de 10,6 hectares da propriedade que foram medidos com GPS. Depois da extração, o arrendatário utilizou o solo para plantio de lavoura, sem a autorização ambiental.

As atividades que estavam sendo feitos no solo fora interrompidas. A terra estava gradeada para o plantio da lavoura e as árvores estava nas bordas da reserva da fazenda. O infrator é residente de Mundo Novo e vai responder por crime ambiental e exploração de madeira ilegal. A pena para estes casos é de seis meses a um ano de prisão.

Pescador mata jacaré, diz que ia comer, mas é preso e multado em R$ 5 mil

Empresário é multado em R$ 5 mil por construir barracão degradando área protegida em MS



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE