Com ajuda de drone, polícia flagra desmatamento ilegal e multa paulista em R$ 7 mil

Proprietário foi autuado por desmatar cerca de 7 hectares de área preservada do MS.

| MIDIAMAX


(Foto: Divulgação PMA)

Um paulista de 60 anos foi multado, neste sábado (5), por desmatar ilegalmente uma área preservada de cerca de 7 hectares, em Cassilândia, a 433 quilômetros de Campo Grande. O crime foi flagrado pela Polícia Militar Ambiental durante uma fiscalização com apoio de GPS e um drone.

Conforme a polícia, a fazenda fica a 104 quilômetros do centro da cidade. Com ajuda da tecnologia, a polícia constatou o desmatamento da vegetação nativa. A polícia ainda realizou o comprativo de imagens via satélite.

Sem licença ambiental, a área já estava com plantio de pastagem. Parte da madeira proveniente da vegetação desmatada encontrava-se em leiras no local. As atividades foram interditadas.

Pressionado, governo faz carta a investidores que ameaçaram tirar recursos do país

Pressionado, governo faz carta a investidores que ameaçaram punir o Brasil por desmatamento

O homem foi atuado administrativamente e multado em R$ 7 mil. Ele responderá por crime ambiental com pena de três a seis meses de detenção.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE