Grupo de sem-terra invade sede do Incra na Capital durante a madrugada

Representantes do Movimento da Agricultura Familiar ocuparam os três andares do prédio por volta das 4h

| CAMPO GRANDE NEWS


Funcionários foram impedidos de entrar no prédio por grupo de sem-terra (Foto: Liniker Ribeiro)

Representantes do MAF (Movimento da Agricultura Familiar) invadiram a sede do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), localizada na rua 25 de Dezembro, em Campo Grande, na madrugada desta segunda-feira (5). O grupo que reúne aproximadamente 200 famílias, segundo lideranças do movimento, ocupou os três andares do prédio por volta das 4h.

De acordo com a coordenadora do MAF, Valdirene Vieira, a medida é uma tentativa de exigir que representantes da instituição revejam os direitos de centenas de famílias de trabalhadores sem-terra, como cesta básica, o direito de conseguir uma vaga na próxima fazenda que o Incra liberar e a revisão dos assentamentos.

 

Valdirene, coordenadora do movimento (Foto: Liniker Ribeiro)Valdirene, coordenadora do movimento (Foto: Liniker Ribeiro) Famílias ocuparam os três andares do prédio do Incra (Foto: Liniker Ribeiro)Famílias ocuparam os três andares do prédio do Incra (Foto: Liniker Ribeiro)  

Nenhum funcionário da instituição conseguiu entrar para trabalhar por conta da invasão. Apesar disso, os manifestantes prometem deixar o local ainda na manhã de hoje, devido a negociação feita com o superintendente do Incra, Humberto César.

"Nós sentamos com ele [superintendente do Incra] que prometeu dar sustentação aos nossos pedidos, mas já estamos cansados de tanta promessa e de não ver nada sendo cumprido", afirmou Valdirene.

A coordenadora do grupo afirmou ainda estar esperando o horário do almoço para que, em seguida, todos deixem o espaço. A previsão é que a ocupação chegue ao fim por volta do meio-dia.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE