Homem é investigado por exigir fotos nuas e ameaçar mais de 50 meninas pela internet

Ele mandava um vídeo de decapitação do PCC e dizia que ia fazer o mesmo com elas

| O PANTANEIRO


Um homem foi indiciado 40 vezes depois de obrigar meninas a enviar fotos nuas pelo celular em Mato Grosso do Sul. Informações da DEPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) são de que ele se aproximava delas usando perfis falsos e depois passava a ameaçá-las, encaminhando vídeo de uma execução do PCC (Primeiro Comando da Capital) como forma de impor medo. 

Informações apuradas pelo Jornal Midiamax apontam que as vítimas tinham entre 11 e 15 anos e a maioria são de Campo Grande, mas também há casos em Bonito, Jardim, Bela Vista, Nova Andradina e Dourados.

A delegada Francille Candotti contou ao Midiamax que o autor tem 46 anos, agia desde 2017 e passou a ser investigado há cerca de um ano e meio. Usando nomes de mulheres, ele se aproximava das meninas para fazer ‘amizade’. Depois, ele colhia informações sobre elas, de familiares e dos locais que elas frequentavam. 

Depois, ele conversava com as vítimas, pedia fotos nuas e as ameaçava. Caso se recusassem, meninas eram gravemente ameaçadas. “Ele enviava vídeo de uma decapitação do PCC e dizia que se elas não fizessem o que ele queria, iriam morrer daquele jeito”.

Ainda segundo Midiamax, ele foi preso no dia 28 de julho e está recolhido nas celas da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos). As investigações continuam.

O Pantaneiro


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE