Vereadores aprovam criação do Dia das Assembleias de Deus

| TAINá JARA / CAMPO GRANDE NEWS


Sessão desta terça-feira foi realizada de forma remota (Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores)

Vereadores aprovaram em sessão desta quarta-feira, em primeira discussão, projeto de lei que estabelece a criação do Dia das Assembleias de Deus. Celebrada no dia 15 de novembro, a data vai entrar no calendário oficial de eventos de Campo Grande.

A proposta é dos parlamentares evangélicos pastor Jeremias Flores (Avante) e Júnior Longo (PSDB). Na justificativa, eles alegam a criação da celebração “busca homenagear e reconhecer a valorosa contribuição das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus, na edificação da sociedade campo-grandense”.

O projeto depende sanção do prefeito Marquinhos Trad (PSD) que também é evangélico.

Na semana passada, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) sancionou a Lei 5.561, de autoria do deputado Antônio Vaz (Republicanos), que institui o Dia Estadual da Igreja Universal do Reino de Deus. O objetivo, conforme o projeto apresentado, é homenagear a igreja pelo trabalho espiritual e social realizados no Estado.

A data comemorativa será celebrada, anualmente, em 9 de julho, e deverá constar do Calendário Oficial de Eventos de Mato Grosso do Sul.

Os projetos foram aprovados mesmo sob os holofotes da prisão do presidente do PSC, Everaldo Dias Pereira, o pastor Everaldo, da Assembleia de Deus, no dia 28 de julho, no Rio de Janeiro. A mesma operação afastou do cargo o governador carioca Wilson Witzel.

Deleção do ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, também preso, Everaldo seria o chefe do esquema de corrupção que levou à compra superfaturada de respiradores na pandemia da covid-19.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE