Caminhoneiro morto da BR-262 é identificado como João Eder de Morais

Caminhão onde ele estava bateu de frente com uma carreta neste domingo

| MIDIAMAX


Caminhões colidiram de frente. (Foto: Governo do Estado)

Caminhoneiro de 60 anos envolvido em acidente na BR-262, entre Corumbá e Miranda, na manhã deste domingo, foi identificado como João Eder de Morais. A baixa visibilidade da pista por conta de queimadas está sendo investigada como o motivo para o acidente.

Boletim de ocorrência registrado na 1º Delegacia de Corumbá não possui histórico, mas informações como localidade e horário coincidem com a morte divulgada pelo Jornal Midiamax mais cedo.

Conforme informações do Corpo de Bombeiros, no caminhão onde estava Eder, também havia uma mulher de 23 anos e uma criança de 4. Ela não teve ferimentos e o menino sofreu um corte na cabeça, sendo ambos foram encaminhados ao Pronto-Socorro Municipal de Corumbá.

PRF libera parcialmente BR-262 após acidente com morte neste domingo

Após acidente com morte, PRF interdita BR-262 por causa da fumaça de incêndios

O caminhão com o trio estava indo sentido Campo Grande/ Corumbá, e fazia um frete de mudança. Não há informações sobre o grau de parentesco da vítima fatal e a mulher com o filho.

Vídeo divulgado pelo secretário da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familia), Jaime Verruck, mostra o acidente e a pouca visibilidade causada pelas queimadas no Pantanal.

O outro motorista, de 47 anos, saiu ileso do acidente. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) chegou a interditar a pista, mas por volta de 18h40 ela foi liberada no sistema pare-e-siga.

Idoso de 67 anos aceita transportar mais de R$ 4 milhões em cocaína e acaba preso

Homem chega em casa esfaqueado e revela autor do crime para o pai

Pantanal em chamas: fogo chega a reserva natural e mobiliza força-tarefa por 20h



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE