Na Justiça, Mayra Cardi quer anular casamento com Arthur Aguiar

Ex-BBB afirma que não tinha se divorciado do ex-marido

| MIDIAMAX


Influencer alegou que já era casada nos EUA (Foto: Reprodução)

O casamento de Mayra Cardi e Arthur Aguiar ganha uma nova polêmica. Segundo a colunista Fábia Oliveira, agora, a ex-BBB busca anulação do enlace na Justiça, alegando que já era casada.

Em dezembro do ano passado, Mayra Cardi revelou aos seus seguidores que era casada com dois maridos, já que a influencer não teria se divorciado de Egil Greto Guarize, com quem se casou nos EUA, antes de conhecer Arthur Aguiar.

Ainda segundo a jornalista, na época dessa revelação, Mayra afirmou que havia se esquecido de que já era casada, desde 2014, quando decidiu se casar novamente no Brasil. Agora, a influencer entrou na Justiça de São Paulo com um requerimento de regularização do seu estado civil, que visa a anulação de seu casamento com Arthur.

Atriz de ‘Two and a half men’, Conchata Ferrell morre aos 77 anos

Anitta diz que todo mês está com uma pessoa diferente

No processo, conforme noticiado na coluna do Jornal O Dia, Mayra solicita que o seu casamento com Greto Guarize (realizado na Flórida, EUA) seja validado no Brasil, para que possa, em sequência, anular o casamento com Arthur.

“Requer-se a este MM. Juízo que seja validado o casamento no Estado da Flórida, Estados Unidos da América entre a Sra Maíra Cardi com o Sr. Egil Greto Guarize, para que, ato contínuo e na forma prevista em Lei, possa a Autora (Mayra) pugnar pela anulação do casamento celebrado entre a Sra. Maíra Cardi com o Sr. Arthur Aguiar'.

Como consta no processo, Mayra solicita a transcrição do casamento com Greto para sua certidão de casamento brasileira. “Se transcrita a certidão de casamento de Maíra, esta teria dois casamentos válidos no Brasil'.

Andressa Suita quebra silêncio sobre separação de Gusttavo Lima: ‘sem nenhum motivo’

Trump testou negativo para covid-19 e não é mais contagioso, diz médico Conley

Estudo confirma o primeiro caso de reinfecção por covid-19 nos EUA



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE