Nelsinho Trad diz que vai acionar todas instâncias para investigar atentado

Tiroteio aconteceu durante adesivagem política, uma pessoa morreu e três ficaram feridos

| ANA OSHIRO / CAMPO GRANDE NEWS


Aníbal Ortiz, de 45 anos, foi morto com vários tiros nas costas (Foto: Direto das Ruas)

'Não vamos aceitar violência, a democracia deve prevalecer sempre!', disse o presidente do PSD em Mato Grosso do Sul, o senador Nelsinho Trad, sobre o atentado ocorrido na tarde de ontem, em Coronel Sapucaia, distante 400 km de Campo Grande.

Nelsinho se pronunciou pelas redes sociais, em vídeo, após tomar conhecimento do tiroteio, que deixou uma pessoa morta e três feridos. O crime ocorreu durante adesivagem política da candidata Cláudia Ferreira Maciel, conhecida como Claudinha Maciel (PSD), 42 anos, candidata a prefeita da cidade.

Ainda no vídeo, Nelsinho diz que o partido não vai aceitar essa situação, 'Vou acionar todas as instâncias possíveis para poder apurar os responsáveis e puni-los.'. As vítimas fazem parte da equipe de campanha de Claudinha Maciel.

Também em vídeo publicado nas redes sociais, Claudia diz que o MDB tinha adesivagem marcada até às 15h, após esse horário começaria a adesivagem do partido dela, o PSD, e faz relação do atentado com a campanha política, “tem gente mimada que não quer deixar o poder', mas a Polícia Civil ainda investiga o caso.

Procurado pelo Campo Grande News, o deputado estadual Júnior Mochi, presidente do MDB, disse que o partido lamenta o ocorrido e, de acordo com informações que receberam, os fatos não tem relação com a campanha eleitoral.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE