Trutis consegue liberdade após ser preso em operação da PF

Ele iria ser transferido para o Presídio Militar, na saída para Três Lagoas em Campo Grande, mas alvará de soltura foi expedido antes 

| TOP MíDIA NEWS/NATHALIA PELZL


Crédito: Reprodução redes sociais

O deputado federal Loester Trutis  (PSL), preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (12), pela Polícia Federal, foi solto no final do dia. 

Ele iria ser transferido para o Presídio Militar, na saída para Três Lagoas em Campo Grande, porém o alvará de soltura foi expedido antes. 

O deputado foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, encontrada durante cumprimento de mandado de busca e apreensão da operação ‘Tracker’, que investiga o suposto atentado ao parlamentar, no dia 16 de fevereiro. 

Conforme divulgado pela PF, a operação cumpriu 10 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, sendo nove em Mato Grosso do Sul e um em Brasília/DF, com a participação de 50 Policiais Federais.

Segundo a nota, o nome da Operação Policial faz referência ao intenso trabalho investigativo realizado pela Polícia Federal em busca de provas para a completa elucidação dos fatos e identificação dos autores.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE