Presídio tem 13 detentos com covid; Agepen diz que situação está controlada

Funcionária denunciou que haveria surto de infectados pelo coronavírus no presídio, situação negada pela Agepen

| MIRIAN MACHADO / CAMPO GRANDE NEWS


Servidores do presídio de Ponta Porã utiizando equipamentos de biossegurança contra covid (Divulgação/Agepen)

Uma funcionária pública, que não quis se identificar, denunciou ao Campo Grande News que haveria um surto de presos infectados pelo coronavírus no Presídio Ricardo Brandão em Ponta Porã, cidade há 323 km de Campo Grande. O surto foi negado pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciária) que confirmou que atualmente há 13 presos que testaram positivo para o vírus e alega que a 'situação atual no estabelecimento penal está sob controle'.

No relato da mulher, ela conta que há presos passando mal em duas das oito galerias, onde se encontram 220 presos, sendo 110 em cada. 'Todos tem acesso um ao outro e ao restante do presídio. Até agora foram feitos apenas 10 testes, e os 10 deram positivos, não foi feito no restante dos presos pois não tem mais teste no presídio. O presídio não tem suporte pra atender pessoas com covid', explicou.

Em nota, a Agepen informou que todos os internos que apresentam sintomas estão sendo testados, conforme o protocolo da Secretaria Municipal de Saúde de Ponta Porã. Os 13 detentos que testaram positivo estão isolados em tratamento e nenhum com sintomas graves.

Medidas- Conforme a Agepen, foi autorizada a ampliação de mais uma hora de sol para os internos e determinada a suspensão das visitas na unidade por 15 dias. 'A situação atual no estabelecimento penal está sob controle não é classificada como surto', informa a nota.

Foi lembrado ainda que a direção da Unidade Penal tem adota medidas de biossegurança como higienização regular dos espaços com desinfetante de uso hospitalar, uso de equipamentos de proteção individual pelos servidores, distribuição de máscaras aos internos, além da disponibilização de álcool em gel em várias partes da unidade, tapete de desinfecção dos pés e aferição da temperatura para todos que adentram o presídio, entre outras ações preventivas.

Qualquer informação atualizada é repassada imediatamente a autoridades de saúde bem como o Poder Judiciário.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE