Aeroporto da Capital poderá ter conexão com nove países

Voo oficial será dia 18 de dezembro, saindo de Campo Grande para Assunção

| CORREIO DO ESTADO


Aeroporto da Capital poderá ter conexão com nove países

Voos regulares partindo do Aeroporto Internacional de Campo Grande poderão conectar Mato Grosso do Sul a nove países do mundo, futuramente. Porém, por enquanto, o voo oficial acontecerá a partir do dia 18 de dezembro, saindo de Campo Grande para Assunção.

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) e executivos da Amaszonas del Paraguay S.A. Líneas Aéreas se reuniram na governadoria, na última segunda-feira (13) para tratar de parcerias na divulgação do novo trecho que liga Campo Grande a Assunção (Paraguai), com possibilidade de conexão para cidades da Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Espanha, Estados Unidos, Panamá, Paraguai e Uruguai.

“A abertura do voo inicial em 13 de dezembro e do regular a partir de 18 de dezembro é uma opção a mais não só para Campo Grande, mas para todo o Mato Grosso do Sul e o Centro-Oeste. Acreditando no potencial de Mato Grosso do Sul, a Amaszonas abre esse voo que é uma opção de acesso a Assunção, aos países sul-americanos e aos Estados Unidos e a Europa, com conexão muito rápida”, avaliou o governador.

Inicialmente, os voos Campo Grande/Assunção serão realizados três vezes por semana, às segundas, quartas e sextas-feiras. Os voos da cidade brasileira para a paraguaia partem às 12h40 e chegam às 13h45.

No trecho contrário, Paraguai/Brasil, as saídas serão às 11h05 com chegadas às 12h10. Nos três primeiros meses, as passagens serão vendidas a preço promocional de US$ 300 (já é possível encontrar bilhetes à venda no site da companhia). O avião tem capacidade para 50 passageiros.

Segundo a companhia aérea, o acesso do sul-mato-grossense ao Paraguai e aos demais países da América do Sul e do mundo terá melhor custo benefício. “É mais fácil sair de Campo Grande do que por São Paulo, é melhor na questão financeira e do tempo”, disse o vice-presidente executivo do Grupo Amaszonas, Luís Vera. Segundo ele, o tempo estimado de conexão para outros países da América do Sul, de voos saindo de Campo Grande, será de quatro horas.

“A relação entre Mato Grosso do Sul e o Paraguai nos negócios e no turismo é muito importante, por isso estamos abrindo essa nova rota de voos. Em um ano, queremos voos diários entre Assunção e Campo Grande”, afirmou Luís Vera. Do lado brasileiro da fronteira, a autorização do voo foi dada pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) em agosto deste ano.

Expansão
Com sede no Paraguai, Argentina e Uruguai, o Grupo Amaszonas está expandindo as linhas de voos no Brasil e em diversos outros países. Há dois anos a companhia aérea faz o trecho Assunção/Florianópolis na alta temporada, de dezembro a fevereiro. Em dezembro deste ano a empresa inaugura os trechos aéreos Assunção/Campo Grande, Assunção/Curitiba e Assunção/Porto Alegre. Em janeiro de 2018 outras duas rotas serão abertas: Assunção/Campinas e Assunção/Rio de Janeiro. “Até 2020 queremos fazer Assunção/Bonito e Campo Grande/Cidade do Leste”, completou o vice-presidente executivo do grupo.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE