Nem a família escapa: Golpista usou documento falso em nome do irmão para locar 84 andaimes

Investigado deixou prejuízo de R$ 6 mil

| MIDIAMAX


Foto Ilustrativa

Homem de 41 anos está sendo processado por estelionato, depois de usar documento falso para alugar 40 andaimes, no valor de R$ 6 mil, e não pagar. No próximo dia 19 de maio, por meio de videoconferência, o juízo da 2ª Vara Criminal de Campo Grande vai colher depoimento do réu, bem como das testemunhas arroladas pela defesa e pela acusação.

Conforme denúncia oferecida pelo MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), em 2012, o autor foi até uma empresa de serviços de manutenção localizada na Vila Progresso, onde firmou contrato de locação de 44 andaimes, usando uma CNH falsificada. Desta forma, levou os equipamentos e não pagou, já que não poderia ser identificado.

Naquela oportunidade, chegou a dar uma entrada de R$ 240 e a parcelar o resto. No entanto, percebendo que conseguiu aplicar o golpe com certa tranquilidade, ele retornou no dia seguinte e pegou mais 40 andaimes. Contudo, no dia do vencimento das parcelas seguintes, ele não compareceu para pagar e também não devolveu o material retirado.

Tentando não ficar no prejuízo, o empresário foi atrás do autor e conseguiu localizar o endereço da mãe dele, no Tijuca. A moradora disse que o filho tinha esquizofrenia e, sequer era habilitado. Ao verificar o documento usado, ela constatou que o outro filho, acusado do golpe, havia usado o nome do irmão esquizofrênico para falsificar o documento.

A própria família também procurou a Polícia Civil e registrou boletim de ocorrência. Foi instaurado inquérito policial que resultou na identificação do autor, bem como no indiciamento e na denúncia. O caso tramita na 2ª Vara da Capital, sob responsabilidade do juiz Olivar Augusto Roberti Coneglian.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE