Mulher denuncia na polícia que ela e o marido eram mantidos em condição de escravos em fazenda de Sidrolândia

A polícia civil vai investigar o caso

| CANALDAQUI


Uma mulher de 51 anos procurou a delegacia de polícia civil nesta última segunda-feira, 13, para relatar que ela e o marido eram mantidos em condição de escravidão em propriedade rural no município de Sidrolândia.

Conforme a vítima ela e o marido ambos moradores no município de Jardim, foram levados para fazenda com a promessa que ficariam numa chácara, enquanto a casa nova onde eles iriam trabalhar ficasse pronta.
Ao chegar na propriedade rural foi colocada em condição análoga de escravo, trabalhou quatro meses sem receber salário, sem cuidados médicos e sem contato com a filha.

A vítima contou que na fazenda foi coagida a assinar um documento que transferia a casa para o nome do dono da fazenda. A polícia civil vai investigar o caso


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE