Vila Popular comemora sexto título do estadual de Boxe

Campeã pela sexta vez (2010, 2013, 2015, 2017, 2018 e 2021) do estadual de boxe ao obter 4 medalhas

| MIDIAMAX


Divulgação

O campo-grandense Igor Arguelo (Equipe Aton Figth), 29 anos, foi eleito o melhor atleta na classe elite, e a Vila Popular é campeã pela sexta vez (2010, 2013, 2015, 2017, 2018 e 2021) do estadual de boxe ao obter 4 medalhas de ouro e duas de prata. Já a ACPF (Associação Cristã Pais e Filhos), volta a ocupar a linha dianteira do boxe no Estado depois de 6 anos, ao garantir o título de vice-campeã por equipe, também com 4 ouros. A ACPF foi campeã em 2014, e nunca mais havia ficado entre as três melhores. Já o time de Boxe de Rio Claro (SP) ficou em terceiro lugar neste final de semana com 3 de Ouro.

A competição aconteceu neste sábado (11) à noite e no domingo (9) durante os períodos da manhã e tarde no poliesportivo Vila Almeida, em Campo Grande, reunindo 82 boxeadores de 10 municípios e a ainda contou com atletas do Rio de Janeiro, São Paulo e Mato Grosso. Os atletas dos outros Estados vieram como convidados, e outros são filiados à FDBMS (Federação de Boxe do Estado de Mato Grosso do Sul). Estes, apesar de treinarem nesses Estados, estão devidamente filiados à FDBMS por meio de Associações do MS.

“Está de parabéns a Federação (de Boxe de MS) pela iniciativa de trazer atletas de outros Estados para competições aqui no nosso Estado. Isso fortalece o boxe sul-mato-grossense, pois, nos faz crescer e faz chegarmos ao nível de atletas de ponta dp boxe nacional', destacou Nilson Ferreira, técnico da equipe campeã Vila Popular.

O diretor executivo da FDBMS, Marcelo Nunes, afirma que os intercâmbios com outros Estados continuarão. Ele entende que a participação de atletas de qualidade elevado, contribui no aperfeiçoamento do boxe do Estado. “É evidente que quando enfrentamos atleta de melhor nível vai nos forçar e nos prepararmos melhor. A maior parte dos técnicos das Academias do Estado entendem a aceitam a iniciativa', disse o dirigente. A 18ª edição do Campeonato Estadual contou com 46 lutas e foi disputada em 24 categorias, nas classes elite, juvenil e cadete. “As lutas foram marcadas por muitos aplausos e teve combates acirrados de muita qualidade técnicas. Isso me orgulha, sinal que estamos no caminho certo', comentou a Edna Nina Costa, nova presidente da FDBMS, e este foi o segundo evento sob a sua presidência.

OS MELHORES DO ESTADUAL 2021

O atleta da equipe Aton Figth/Boxe Cubano, Igor Arguelo (67kg), foi eleito o melhor atleta do campeonato na classe elite. Ele obteve duas vitórias e ficou com título de campeão na categoria até 67kg. O Certame sul-mato-grossense/2021, ainda elegeu Raniela Costa, 17 anos, como a melhor atleta na classe feminina. Ele foi campeã na categoria 57kg juvenil, e representou a equipe ACPF, de Campo Grande, e é aluna do professor Antônio Cruz “Gibi', de São Paulo.

Entre as categorias de base masculina, o melhor atleta foi Zenon Desidério, 15 anos. Ele também é aluno do professor Gibi e foi campeão na categoria 50kg, com duas vitórias. Também integrante da equipe ACPF. Entre os dois melhores melhores técnicos do campeonato, se destacaram Gibi e Nilson Ferrewira, com 192 e ??? pontos. Eles comandaram as equipes da ACPF e Vila Popular.


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE