Moradores da zona rural de Sidrolândia cobram melhorias nas estradas do Assentamento São Pedro

As imagens comprovam o descaso das autoridades com a zona rural.

| EDIçãO APARECIDO FRANCISCO COM IMAGENS FRANCINETE CARVALHO


Moradores da zona rural de Sidrolândia cobram melhorias nas estradas do Assentamento São Pedro

Francinete Carvalho moradora na zona rural de Sidrolândia enviou várias imagens a redação do Canaldaqui, mostrando a realidade de quem mora na zona rural quando o assunto é estradas. Francinete é professora concursada e leciona na escola municipal Darcy Ribeiro no capão Bonito 1 distante 15 KM de sua residência

Segundo ela os moradores que moram no Assentamento São Pedro se viram como podem por causa das condições precárias das estradas vicinais. Lama, barro e verdadeiras crateras, ingredientes propício para um atoleiro. As imagens comprovam o descaso das autoridades com a zona rural.

“Gostaria que fosse publicada chamando á atenção dos vereadores e prefeito no descaso que está as estradas do assentamento. Eu e mais alguns professores aqui vizinhos temos que enfrentar todos os dias essa dificuldade para atravessar e ir trabalhar. Esse pedaço da estrada virou uma grande erosão e já não tem quase nada de espaço para passarmos com nossos meios de transporte, seja carro ou moto.”, comentou Francinete 

Em vários pontos das estradas é praticamente impossível transitar mesmo com motos e veículos menores, a exemplo do travessão que sobe para a subestação de Energia Eletrica perto do lote 49

A estrada é  de grande acesso tanto da comunidade para se deslocar para a cidade, como para os alunos irem para a escola. Passa vários ônibus escolar por aqui de manhã, á tarde para levar os alunos do ensino fundamental e a noite do ensino médio, comentou a moradora. A Moradora disse que nesta gestão ainda não houve manutenção nas estradas e que esse serviço é de responsabilidade da Secretaria de infraestrutura do municipio

"Tivemos que fazer um desvio para passar mas com as constantes chuvas já está começando á desmoronar ao lado do desvio e logo não vai ser possível passar por ali". finaliuzou.

 Antônio Sebastiao Mendes Miranda,mora no lote 52 ele ressalta que as condições de trafegabilidade já não existe, por outro lado ele defende a construção de valetas nas propriedades para o escoamento das chuvas, porém muitos  proprietarios não aceitam essas valetas em frente seus lotesm dificultando o escoamento de agua criando buracos nas estradas.

A legislação assegura ao ofendido por matéria veiculada pela imprensa o direito de resposta ou retificação “gratuito e proporcional” à ofensa. O objetivo principal é garantir um mecanismo de defesa para o lado mais fraco da relação entre cidadão e imprensa. 

contato@canaldaqui.com.br

 


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE