Governo australiano decide cancelar novamente visto de Novak Djokovic

Decisão foi tomada pelo ministro da Imigração e dificulta chances do sérvio disputar o Aberto da Austrália

| CNN BRASIL / HENRIQUE ANDRADE DA CNN


- Novak Djokovic durante a derrota para Pablo Carreno Busta na disputa do bronze nas Olimpíadas 2020 AP

O governo australiano cancelou o visto de Novak Djokovic pela segunda vez nesta sexta-feira (14), dizendo que o tenista número 1 do mundo, não vacinado contra a Covid-19, pode representar um risco para a comunidade.

O ministro da Imigração, Alex Hawke, usou seus poderes discricionários para anular novamente o visto do tenista sérvio, depois que um tribunal anulou uma revogação anterior e o liberou da detenção de imigração na segunda-feira (10).

“Hoje eu exerci meu poder sob a seção 133C(3) da Lei de Migração para cancelar o visto detido por Novak Djokovic por motivos de saúde e boa ordem, com base no interesse público”, disse Hawke em um comunicado.

Leia Mais

Hawke afirma que consideoru “cuidadosamente as informações fornecidas pelo Departamento de Assuntos Internos, pela Força de Fronteira Australiana e pelo Sr. Djokovic”.

Ainda não está claro se o sérvio será deportado da Austrália, já que seus advogados podem recorrer da decisão. Caso seja deportado, Djokovic não poderia entrar no país pelos próximos três anos.

O número 1 do mundo foi incluído no sorteio oficial do Aberto da Austrália nesta quinta-feira (13), mas agora tem poucas chances de conseguir permissão para participar do torneio. Nove vezes campeao do torneio, Djokovic buscava seu 21º Grand Slam, .


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE