Funesp entrega material esportivos para parques e praças da Capital

Momento de alegria para os que fazem as oficinas de esporte e lazer do Movimenta Campo Grande, as crianças brincam com as novas bolas de flagfootbal.

| ESPORTEMS


Foto: Divulgação

De bola de futebol a macarrão de piscinas, mais de 2500 itens novos de materiais esportivos foram entregues aos coordenadores dos parques e praças de Campo Grande para atender as oficinas de esporte e lazer da Prefeitura, beneficiando cerca de 20 mil pessoas, em 70 locais.

Entre os itens estão bolas de handebol, futsal, voleibol, basquete, futevôlei, vôlei de praia, futebol de campo, futebol americano e bolas de tênis foram adquiridas. Além delas, colchonetes, faixas elásticas, mini cones, redes, coletes e fita para as marcações das quadras também estão na lista que ainda tem acessórios para as oficinas das modalidades individuais como Maças, Bolas e fitas para ginástica artística, kimonos para oficinas de lutas, raquetes, bolinhas e rede para tênis de mesa, fita de slackline, e peças para jogos de mesa como xadrez, dama, e dominó.

Lembrando dos materiais para as oficinas recreativas, também foram adquiridos sacos de pular, bambolês, golzinhos, kits de frescobol e boca do palhaço, o que vai garantir atender mais pessoas e com mais qualidade, segundo o diretor presidente da Funesp, Rodrigo Terra.

“Hoje atendemos toda a população, de crianças a idosos, incluindo pessoas com deficiência, e cada vez mais novos participantes iniciam nos projetos. Os materiais esportivos são fundamentais para o desenvolvimento das modalidades e essa é a segunda compra que a administração realiza. Alguns itens como colchonete se repetem pelo número de participantes outros produtos são novos por contas novas oficinas, e com isso vamos equipando os parque e melhorando cada vez mais as oficinas e a qualidade de vida da população”.

Alegria de quem participa

Momento de alegria para os que fazem as oficinas de esporte e lazer do Movimenta Campo Grande, as crianças brincam com as novas bolas de flagfootbal. No início o projeto começou em apenas um local e hoje acontece em 3 locais, na Praça Elias Gadia, Parque Ayrton Senna e na Associação de Moradores do Coophavila II e já atende 150 crianças na modalidade.

Vitória Gonçalves Rondon 12 anos, jogava futebol quando conheceu o flag,modalidade adaptada do Futebol Americano. “O flag não é muito conhecido, mas vi na Praça Elias Gadia onde eu ia jogar futebol com meu irmão. É divertido, gostei”, disse a jovem que também participa do Projeto Escola Pública de Futebol junto com irmão Davi, 9 anos.

As turmas das atividades aquáticas ganharam novos macarrões. Com duas piscinas públicas abertas a comunidade com oficinas de natação, hidroginástica e ballet aquático, os macarrões são necessários para apoio e fortalecimentos dos usuários. Hoje são 3 oficinas, 100 turmas e atendem cerca de 1500 pessoas em Campo Grande, e Elisa dos Santos é uma delas. Com artrose e tendinite por conta do serviço ela conta como a oficina melhorou sua vida. “Eu desenvolvi doenças quando trabalhei na roça e depois de doméstica e hoje com as oficinas hidroginástica no Parque Tarsila do Amaral  eu melhorei muito, não tenho mais dor, emagreci, o professor é qualificado e só perde quem não está fazendo”, disse ela que hoje é costureira.

Com assessoria 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE