Governo do Estado deve expandir mineração com sanção federal

Agência Nacional de Mineração foi criada para fiscalizar atividade no país


Mato Grosso do Sul tem 165 empresas ligadas ao setor extrativista mineral

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul deve ampliar a mineração através da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), por meio da sanção do Governo Federal que criou a Agência Nacional de Mineração que será vinculada ao Ministério de Minas e Energia.

A agência vai atuar na fiscalização da mineração no país e auxilia nas decisões que beneficiam o setor também em Mato Grosso do Sul. De acordo com o Executivo estadual, a Semagro tem trabalhado para o fortalecimento da atividade.

Conforme o governo, a secretaria é a responsável pela Empresa de Gestão de Recursos Minerais (MS Mineral) e no ano passado criou a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva Mineral, onde 14 membros, vão atuar na organização, revitalização, expansão e verticalização do setor no Estado.

Por meio de nota o secretário interino, Ricardo Senna, disse que a criação da agência representa não só modernização para o setor, como avanços na regulamentação e na expansão, aumentando o poder de exploração para a atividade. “Essa ação cria uma dinâmica melhor para a atuação da mineração no Brasil e isso vem ao encontro do que já temos realizado em Mato Grosso do Sul”.

De acordo com o Governo do Estado, Mato Grosso do Sul tem 165 empresas ligadas ao setor extrativista mineral, com valor bruto de produção estimado em R$ 3,876 milhões. 


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE