Ministra disse, Carne estava muito barata e patamar não voltará ao que era

A carne ficou por três anos com valor muito baixo

| DOURADOS AGORA


Reprodução

A alta do preço da carne – que chega a até 26% desde janeiro, dependendo o corte – indica um novo padrão, segundo avaliação da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Em entrevista ao portal Poder 360, Cristina declarou que o produto "ficou por três anos com valor muito baixo" e em 2019 chegou a um novo patamar que não deve voltar à média anterior.

"[O preço da carne] vai ter uma estabilização, não vai ter mais essas puxadas. Mas não tem perigo de voltar ao que era. Mudou o patamar. Já tinha mudado o da soja, do milho. A carne ficou por três anos com valor muito baixo. Isso faz com que o mercado sinta mais essa subida", afirmou a ministra.

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

A alta do preço da carne – que chega a até 26% desde janeiro, dependendo o corte – indica um novo padrão, segundo avaliação da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. Em entrevista ao portal Poder 360, Cristina declarou que o produto "ficou por três anos com valor muito baixo" e em 2019 chegou a um novo patamar que não deve voltar à média anterior.

"[O preço da carne] vai ter uma estabilização, não vai ter mais essas puxadas. Mas não tem perigo de voltar ao que era. Mudou o patamar. Já tinha mudado o da soja, do milho. A carne ficou por três anos com valor muito baixo. Isso faz com que o mercado sinta mais essa subida", afirmou a ministra.

 

Fonte: Da redação / Dourados Agora



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE