Em MS, 26 mil precisam fazer “prova de vida” para manter aposentadoria

Prazo termina no dia 28 de fevereiro e procedimento é realizado na rede bancária


Balanço do INSS aponta que 26.118 beneficiários ainda precisam fazer prova de vida em Mato Grosso do Sul. O prazo termina no dia 28 de fevereiro. Após essa data, os benefícios começarão a ser bloqueados.

O procedimento é realizado diretamente no banco em que a pessoa recebe o benefício mediante a apresentação de um documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação) e é obrigatório para todos os beneficiários do INSS que recebem seus pagamentos por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. Não há necessidade de ir até uma Agência da Previdência Social.

Conforme o INSS, a organização da comprovação de vida é de responsabilidade da rede bancária: existem bancos que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outros utilizam a data de aniversário do benefício, assim como os que convocam o beneficiário na competência que antecede o vencimento da comprovação de vida.

Os beneficiários que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.

No Brasil, 3,2 milhões de beneficiários ainda não compareceram aos bancos pagadores de seu benefício para realizar o procedimento.

 

Campo Grande News


Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do Canaldaqui (67) 98186-1999

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100010531782535

Clique aqui e receba notícias do Canaldaqui no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE