Lei Municipal aprovada em 2019 de autoria do Vereador Carlos Henrique Olindo, garante vacinação nos lares de todos os idosos do município

Serão vacinados em casa contra a Influenza, 3707 idosos que deverão receber os profissionais do município designados pela Secretaria de Saúde.

| CANALDAQUI


Assessoria

Começou ainda no dia de ontem (23), mais uma campanha oficial de vacinação em todo o município de Sidrolândia que neste ano teve uma feliz surpresa graças à uma Lei sancionada no ano de 2019 que garante à todos os idosos, que possuem cadastro junto a Secretaria de Saúde, receber a vacina na comodidade de seus lares.

A Lei Municipal 1968, sancionada pelo chefe do executivo municipal, Prefeito Marcelo Ascoli em 3 de setembro de 2019, que foi de autoria do Vereador e Presidente do Legislativo, Carlos Henrique Olindo, garantiu e determinou a partir da sua publicação, que no âmbito do município, todos os idosos e portadores de deficiência física, recebessem em seus respectivos lares, as vacinas das campanhas oficiais sob responsabilidade da Secretaria de Saúde. Serão vacinados em casa contra a Influenza, 3707 idosos que deverão receber os profissionais do município designados pela Secretaria de Saúde.

Segundo a Lei Municipal 1968 aprovada no final do ano passado, está expressamente garantida à todos os idosos e à todas as pessoas com deficiência: “Art. 1º - Fica facultada à pessoa idosa e à pessoa com deficiência, a vacinação em seu domicílio, durante as campanhas oficiais de vacinação realizadas no âmbito do Município de Sidrolândia/MS, sempre que houver a impossibilidade de seu deslocamento até um local de vacinação”.

“O prefeito municipal está fazendo o correto, está cumprindo o que determina a Lei Municipal 1968 que aprovamos por unanimidade ainda no mês de setembro do ano passado. Ninguém poderia antever o que estaríamos vivendo logo nos primeiros meses desse ano mas, essa Lei veio exatamente de encontro com a situação que estamos vivenciando nesse exato momento. Vacinar nossos idosos em casa é não só, um sinal de respeito para com eles como é também, um sinal claro de amor à essas pessoas. Vou procurar o Secretário de Saúde e irei perguntar ele, quando que as pessoas portadoras de deficiência serão também vacinadas por que, a Lei que aprovamos, beneficiará diretamente à eles também. A não aglomeração desses idosos nos postos de vacinação, vem totalmente ao encontro do que já foi determinado por nossas autoridades e ficamos felizes por que essa lei de nossa autoria, contribuiu e muito para que isso acontecesse”. Finaliza o Presidente da Câmara Municipal do município.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE