Governo suspende inscrições do programa Vale Universidade Indígena

Programa concede auxílio financeiro a estudantes indígenas, que estão atuando em unidades da Uems

| LEONARDO ROCHA / CAMPO GRANDE NEWS


Programa contempla estudantes indígenas (Foto: Divulgação)

O governo estadual resolveu suspender até 30 de abril o prazo das inscrições do programa “Vale Universidade Indígena', que confere um auxílio financeiro a estes acadêmicos, que estiverem estudando em unidades da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Segundo a Sedhast (Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), que organiza o programa estadual, serão 200 vagas para estudantes indígenas, que mediante a realização de estágio em órgãos estaduais, irão receber um auxílio financeiro em média de R$ 745,00 por mês.

Em função da pandemia do coronavírus, a pasta resolveu suspender as inscrições que estavam abertas e depois de 30 de abril, deve ser publicado um edital com os novos prazos (inscrições) para o programa. A Secretaria informou que não haverá prejuízos para quem já realizou as inscrições, já que estas terão a devida avaliação do grupo de trabalho da pasta.

O programa tinha aberto as inscrições para este público específico no dia 18 e março e este seguiria até o dia 4 de abril. Para ser contemplado com a vaga, o acadêmico precisa comprovar que é indígena, por meio do Rani (Registro Administrativo de Nascimento de Índio), não tem reprovação em qualquer disciplina, além de fazer parte do Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal.

Projetos – A Sedhast também suspendeu os prazos para o chamamento público, que iria escolher projetos de entidades que tratam de direitos humanos, assistência social e trabalho. Ao todo haveria o repasse de recursos para 38 propostas, com um investimento de R$ 2,3 milhões para esta iniciativa.

O prazo inicial para inscrever os projetos era até o dia 13 de abril, no entanto em função da pandemia, o envio dos projetos ficam suspenso até o dia 30 (abril). Depois será feito um novo ato da Secretaria para colocar novas datas e cronograma do chamamento público.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE