Prefeitura flexibiliza o funcionamento das feiras livres em Sidrolândia

A princípio as feiras deverão estar funcionando quarta e sábado, ao lado do Brizolão

| ASSESSORIA DE COMUNICAçãO


A Prefeitura de Sidrolândia, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, realizou uma reunião para tratar sobre o funcionamento das feiras livres.

O prefeito Dr. Marcelo Ascoli, juntamente com o secretário Ivan de Oliveira (SEDERMA), preocupados com os feirantes que só vivem com a renda das feiras, se reuniram com os servidores que administram as feiras livres e discutiram as medidas para prevenir a transmissão do coronavírus, mas que possam continuarem com o funcionamento.

O secretário apresentou as medidas para o prefeito Dr. Marcelo Ascoli, que liberou o funcionamento, mas estabeleceu algumas orientações que devem ser adotadas pelas feiras livres, para prevenir a transmissão.

Durante a reunião foi decidido que a realização das feiras será ao lado do Brizola, por conta que a feira da Praça Triângulo e na Morada da Serra, não é possível fazer o controle da frequência dos compradores. A princípio as feiras deverão estar funcionando quarta e sábado.

A Prefeitura orientou as medidas que devem ser adotadas pelos responsáveis pelas feiras livres, comerciantes e clientes.

Medidas que devem ser adotadas pelos responsáveis pelas feiras:

- Usar máscara descartáveis

- Disponibilizar dispositivo contendo álcool gel 70% nas entradas das feiras.

- Colocação de cartazes informativos nas áreas de maior circulação de funcionários, comerciantes e clientes. Os cartazes devem possuir letra legível e serem chamativos para as informações disponibilizadas, tais como: higiene de mãos e etiqueta respiratória (conjunto de medidas comportamentais que devem ser tomadas ao tossir ou espirrar).

- Os responsáveis devem usar lenços de papel descartável.

- Deve-se aumentar a frequência de higienização de banheiros de uso coletivo.

- Disponibilizar lavatórios para uso dos funcionários, comerciantes e clientes.

- Disponibilizar nos lavatórios água corrente potável e produtos como sabão e

toalhas de papel descartáveis ou outro sistema higiênico e seguro para secagem das mãos. Os coletores dos resíduos devem ser dotados de tampa e acionados sem contato manual.

Medidas que devem ser adotadas pelos comerciantes:

- Ao entrar na feira realizar a higienização das mãos, utilizando preferencialmente o lavatório e posteriormente, álcool gel.

- Montar as barracas a um metro e meio de distância da barraca vizinha.

- Evitar conversar, tossir ou espirrar sobre os alimentos.

- Usar máscara descartáveis

- Devem evitar tocar o rosto, nariz, boca e olhos. Caso isso ocorra, devem realizar a higienização das mãos e/ou uso de álcool gel imediatamente.

- Devem usar lenços de papel descartável nas barracas.

- Deve-se aumentar a frequência de higienização mesas, cadeiras, balcões, balanças, carrinhos, refrigeradores, caixas retornáveis, garrafas de café, garrafas de água gelada etc.

- Os comerciantes que estiverem com febre e sintomas respiratórios (tosse, coriza, falta de ar) devem se afastar das atividades e serem orientados a procurar a unidade de saúde.

- Disponibilizar dispositivo contendo álcool gel 70% nas barracas das feiras e nos

estabelecimentos de vendas de comidas, para uso dos funcionários, comerciantes e clientes.

Medidas que devem ser adotadas pelos clientes:

- Chegar à feira com máscara descartável.

- Ao entrar na feira realizar a higienização das mãos, utilizando preferencialmente o lavatório e posteriormente, álcool gel.

- Evitar conversar, tossir ou espirrar sobre os alimentos.

- Devem evitar tocar o rosto, nariz, boca e olhos. Caso isso ocorra, devem realizar a higienização das mãos e/ou uso de álcool gel imediatamente.

- Levar sacola de casa, para o transporte dos produtos adquiridos.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE